quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Histórias e Lendas: Asrai

Oie gente!
Hoje começarei um tipo de post que queria fazer a tempo: Histórias e Lendas.
Toda semana irei postar uma lenda ou sobre algum ser fantástico, para que vocês mergulhem comigo nesse mundo encantado que tanto amo!
Se tiverem sugestões ou pedidos eu ficarei muito feliz em lê-los 😍

O primeiro post é sobre as Asrai

Autor da imagem desconhecido (se souber quem é o artista por favor escreva nos comentários)


segunda-feira, 19 de junho de 2017

Meu ensaio com a Lisandra Gomes



Oie! Tudo bom?
Recentemente fiz um ensaio para ajudar a divulgar meu trabalho e amei tanto o resultado que quero deixar aqui a indicação da fotógrafa além de mostrar todas as fotinhas ❤❤

A fotógrafa é a Lisandra Gomes, ela é incrível! Amei muito o resultado e ficou milhões de vezes melhor do que eu imaginava ❤
Aqui o site e redes sociais dela, sigam ela pq ela posta muita coisa linda:
Site: http://www.lisandragomes.com.br/
Instagram: https://www.instagram.com/lisandragfotografia/
Facebook: https://www.facebook.com/lisandragfotografia



Símbolos e Seus significados: Triluna


Peça disponível na loja online da Aiya: www.aiya.com.br

Significado Geral: Representa os aspectos da Deusa; Virgem, Mãe e Anciã.
Etimologia: Tri / Três; Luna / Lua.
Descrição: Desenhos de uma lua crescente ligada a uma lua cheia e a uma lua minguante, lado a lado.
Tempo e Espaço: Este símbolo começou a ser utilizado com o surgimento da WICCA e das correntes New Age e neopagãs, e não possui relatos muito significativos entre povos antigos. Os antigos povos que adoravam deusas lunares comumente desenhavam círculos ou semicírculos (meia luas) como alusão a lua, mas não exatamente da forma como a triluna.
Alquimia e Ocultismo: Não tem uso conhecido.

terça-feira, 25 de abril de 2017

Look e Indicação (HauteXtreme)

Hoje vim mostrar pra vocês uma comprinha que fiz em Março na HauteXtreme!
Eu já conhecia a Lari, a cabeça por trás da Haute, e tenho muito orgulho em dizer que tenho ela como cliente também. A Lari é uma pessoa incrível e tem idéias maravilhosas, sempre namorava coisa da Haute e depois que conheci a pessoa por trás tive certeza que seria cliente e passei a admirar mais ainda tudo. Em março tive a felicidade em saber que a loja teria estande na Feira Mística da Paulista, ao qual tb participo, aproveitei e fiz uma comprinha!

Amei e amo tudo o que comprei, além desse look todo eu ainda comprei outra blusinha que ainda vou fotografar para mostrar pra vocês. O atendimento é maravilhoso, tudo vem com dustbag (achei o máximo!) e a qualidade das peças então nem se fala!

Roupas e Choker - HauteXtreme
Maquiagem - César Schiavi
Sapato - Vivienne Westwood para Melissa

Olha essa saia de vinil BAPHO


segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Manto de Fogo - Parte III

Katherine bufou enquanto tentava desembaraçar seu cabelo com as mãos, já estava seguindo para o leste há uma semana e não tinha encontrado nada que lhe desse um motivo plausível para estar indo por aquele caminho. Naqueles dias estava dormindo na floresta durante a noite, não era algo que lhe incomodava muito, mas depois de pegar chuva por quase quatro horas seguidas o que mais desejava era um banho quente e uma cama macia. Estava decidida a parar em uma estalagem assim que a encontrasse. Seu cavalo também parecia cansado, tinham mesmo que parar num lugar mais digno. Não que aquelas pousadas de estrada fossem muito dignas, mas já era melhor do que nada.

         Escutou o som de alguém se aproximando pela estrada e fez a mesma coisa que estava fazendo até o momento, apressada saiu do caminho, se escondeu entre as árvores e esperou o som sumir novamente. Evitava ser vista, não sabia se alguém tinha a seguido desde sua casa. Continuou em frente mais algumas horas, viu o pôr-do-sol de cima de seu cavalo e pensou em Joffrey, imaginava o que ele estaria fazendo naquelas horas, para ela uma semana era o suficiente para que ele seguisse sua vida, afinal, eles não se conheciam há muito tempo e mesmo que essa semana não tivesse sido o suficiente para ela esquecê-lo, queria acreditar que para ele sim, assim se sentiria melhor.
 Aos poucos voltou a chover, irritada Katherine acelerou o trote de seu cavalo, mesmo assim, quando viu luzes de uma estalagem, já estava completamente encharcada.
Só depois de deixar seu cavalo no estábulo, abriu a porta da estalagem com mais força do que esperava, fazendo a bater na parede. O barulho ecoou por todo o lugar, algumas pessoas que estavam jantando olharam para ela com curiosidade. Corou no mesmo instante, mas ignorou todos e foi direto pedir um quarto, uma menina mais jovem que ela a atendeu e fez o que foi pedido. Levou Katherine para um quarto pequeno, meio sujo, porém já estava com a lareira acessa, o que fazia dali um lugar muito agradável.

    – Vai querer jantar agora? – Perguntou a garota.

   – Primeiro preciso tomar um banho – Respondeu Katherine. A jovem de cabelos ruivos e olhos castanhos ergueu a sobrancelha para Kath. 

domingo, 29 de janeiro de 2017

Por que usar prata? (Significado da prata e seu lado místico)


Pepita de Prata

A Prata é o metal da Deusa, a Lua, a noite, o secreto, o misterioso, a Alta Sacerdotisa, a energia feminina, a força da vida em seu aspecto oculto. A Prata vem em seguida ao Ouro em sua condutividade elétrica e também harmoniza bem com a maioria das gemas. Enquanto o Ouro emana uma energia extrovertida, a Prata é introvertida, enquanto o Ouro engendra autoconfiança, a Prata encoraja a autocontenção e reflexão introvertida. Enquanto o Ouro inflama com Luz ígnea, a Prata é um espelho para a alma, o metal da luz da Lua. Por ser encontrada em sua forma pura, foi um dos primeiros metais a ser utilizado pelos humanos, sua beleza e raridade fizeram com que fosse usada para fazer imagens divinas e peças para oferendas.

A Prata funciona melhor com pedras que estimulam as habilidades psíquicas e/ou trabalham para curar o corpo emocional. Auxilia na exploração dos reinos interiores profundos da emoção e intuição, pode ajudar a aguçar as habilidades empáticas da pessoa. Auxilia  a pessoa a abraçar o mistério e render-se ao desconhecido, para aqueles que perderam a percepção do mistério em suas vidas, a Prata pode ajudar na redescoberta da excitação de tudo que é desconhecido.

Ajuda a esfriar o excesso de calor no corpo e é uma boa equilibradora para mulheres vivendo desequilíbrios hormonais. É também uma excelente agente antibacteriana e antiviral, podendo ajudar a estimular a capacidade do sistema imunológico de enfrentar infecções.

A Prata é um amuleto protetor bastante popular, na China, crianças pequenas são protegidas por medalhões de prata ao redor do pescoço. Casais franceses prestes a se casar também se protegem com correntes de prata. A noção de que bala de prata podem destruir vampiros e lobisomens foi difundida pela literatura moderna e pelo cinema. Em contos de fadas, a Prata simboliza a jornada pela floresta negra e o confronto com o mistério. É um símbolo do reino inconsciente, o mundo da alma, de onde os padrões arquetípicos da vida surgem.


Fonte: Enciclopédia Cunningham de Magia com Cristais, Gemas e Metais - Scott Conningham.
O livro da Padras: O que elas são e o que ensinam - Robert Simmons e Naisha Ahsian

Anel e Pingente de pentagrama em Prata - Disponíveis na loja online da Aiya (www.aiya.com.br) 


Aneis de Prata da Aiya (www.aiya.com.br)

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Manto de Fogo - Parte II

Depois de um mês de pura calmaria, Katherine achava que não mais teria problemas em sua vida, era de manhãzinha, o sol havia nascido a pouco tempo e lá estava ela, já costurando.
    Normalmente não começava seus trabalhos tão cedo, mas aquela não era uma encomenda normal, era um presente para Joffrey. Naquela semana estavam os dois passeando pelo bosque e o rapaz rasgou sua blusa em um galho, como havia sido ideia dela o passeio, estava se sentindo culpada. Katherine e Joffrey haviam virado bons amigos, se viam quase todos os dias e mesmo que isso agradasse a ambos, às vezes Katherine quase se esquecia que o amigo não sabia o que ela era.
      Alguém bateu três vezes na porta, Katherine ergueu os olhos da costura, não esperava visitas, nem de Joffrey, suspirou, apenas esperava que não fosse outra maluca querendo matá-la, levantou-se e abriu a porta lentamente, era um cavaleiro, vestido com uma armadura prata brilhante demais, seu rosto era quadrado e mal tratado e seus olhos vibrantes.
      – Senhorita Katherine? – Perguntou ele.
     – Sim. – Respondeu, não gostava de cavaleiros, muito menos na porta de sua casa.
     – Tenho um aviso de Sir Johann, poderia entrar?             
     Katherine não conhecia nenhum Sir Johann e não esperava o conhecer.
     – Sua capacidade de falar não piora ai fora, nem melhora aqui dentro. – A jovem não saiu de frente da porta e o homem pareceu ficar irritado com sua insolência.
    – Se afaste do Jovem Johann – disse o homem ferozmente – Ou irá se arrepender dentro de uma fogueira, mulher.